Pinheiros espera fim de ano para acertar patrocínio

Desde o fim da última temporada, o Pinheiros ficou sem patrocínios para o seu vôlei. No masculino, a Sky se retirou e o clube resolveu se afastar da Superliga, pelo menos temporariamente. Já no feminino, a decisão foi por manter a equipe até conseguir um suporte. Mas ele não deverá chegar tão cedo.

O Pinheiros não conseguiu uma nova empresa para investir na equipe feminina de vôlei. No atual cenário, o marketing do clube tem tido uma receptividade pequena do mercado e, por isso, a direção pinheirense já se conforma com um acerto apenas em 2012, como já era esperado pela direção.

O problema vivido pelo Pinheiros não é novidade entre aqueles que buscam um patrocínio com valor mais alto e com uma expectativa de longo prazo. No mercado, o clube encontra empresas com o orçamento do marketing fechado, sem disposição para arcar com a equipe neste fim de ano.

Por outro lado, já existem conversas para 2012. O Pinheiros, portanto, tem consciência de que terá que arcar com o time até o fim do ano, para depois ter uma verba maior no fim da próxima temporada, no meio de 2012. Como o plano é pela obtenção de um contrato de longo prazo, as temporadas seguintes estariam garantidas com o acordo firmado.

A situação vivada pelo clube paulista teve início em maio, quando o então patrocínio máster da equipe, o Mackenzie, anunciou que não iria renovar o contrato, em vigor por quatro anos. A universidade declarou na época que continuaria com os seus investimentos nos esportes, mas iria focar em outras modalidades.

Diferentemente do que aconteceu com a equipe masculina, o Pinheiros decidiu manter o time, mas com cortes no orçamento que chegaram a 60%. Hoje, o elenco é formado basicamente por juniores, com apenas duas jogadoras da última temporada.