Platini segue sem adversário político na Uefa

Ídolo francês foi eleito em 2007; fair-play financeiro é maior meta

Ídolo francês foi eleito em 2007; fair-play financeiro é maior meta

O atual presidente da Uefa, Michel Platini, não terá adversários na disputa pela reeleição à entidade, em março de 2011, conforme confirma a entidade, que confirmou no site oficial que nenhum candidato se apresentou dentro do prazo que expirou na última quarta-feira (22).

O francês se tornou presidente da Uefa em 2007, após vencer o sueco Lennart Johansson. Nos últimos anos, o ex-atleta entregou a Eurocopa de 2012 nas mãos de Ucr"nia e Polônia e aumentou o número de participantes de 2016, de 16 para 24 equipes.

A mudança mais esperada desde o início da gestão do francês é a implementação do "fair-play financeiro", sistema que irá coibir riscos administrativos por parte dos clubes, ao exigir, por exemplo, que cada time comprove que arrecada mais do que gasta.