Por Beira-Rio, Internacional vende arena da Copa de 50

Dirigentes, políticos e empresários anunciam venda em coletiva no RS

Dirigentes, políticos e empresários anunciam venda em coletiva no RS

O Internacional de Porto Alegre anunciou na manhã deste sábado (28) a venda do estádio dos Eucaliptos, localizado no bairro Menino Deus, para a construtura Melnick Even. Entre as cinco empresas que apresentaram propostas, apenas três foram levadas em consideração pelo clube gaúcho.

A quantia não foi revelada para cumprir com termo de compromisso de venda assinado, mas o presidente do time, Vitorio Piffero, citou números em entrevista coletiva. "O valor mínimo da proposta de venda era de R$ 20 milhões e posso dizer que o valor alcançado atende às expectativas", disse, segundo site oficial da agremiação.

Os recursos obtidos devem ser empregados na reforma do estádio Beira-Rio, para que se torne apto a receber partidas da Copa do Mundo de 2014. "As obras que serão feitas na cidade são consequência da modernização do Beira-Rio", disse o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT-RS), presente no evento de anúncio.

"Sabemos da import"ncia que esta área carrega, dos jogos do Inter e da Copa do Mundo de 1950 que lá foram disputados, por isso faremos projeto único", disse, por sua vez, Leandro Melnick, diretor da construtora. A empresa atua na construção de empreendimentos de alto padrão no Estado gaúcho, por meio da Melnick, e em construção civil com foco em São Paulo, por parte da Even.

"Tivemos uma comissão que tratou do processo de venda de forma específica e com muito empenho", detalhou Piffero em relação à maneira como o negócio foi conduzido. O presidente do Internacional ressaltou a participação da prefeitura de Porto Alegre e da c"mara municipal. "A venda foi aprovada por unanimidade em todas as inst"ncias do Inter", finalizou.