Por Copa em SC, Eletrosul apoia Avaí e Figueirense

Dirigentes anunciaram parceria em evento realizado nesta manhã - Crédito Susi Padilha

Dirigentes anunciaram parceria em evento realizado nesta manhã - Crédito Susi Padilha

A Eletrosul anunciou na manhã desta sexta-feira (6) o patrocínio ao Avaí e ao Figueirense, ambos sediados na cidade de Florianópolis. As equipes irão receber R$ 220 mil mensais até dezembro de 2011 e terão de investir o dinheiro obrigatoriamente em infraestrutura - no total, serão distribuídos R$ 3,7 milhões a cada clube.

Em contrapartida, os rivais irão estampar o logotipo da Eletrosul na parte de trás dos uniformes, prática já aplicada em outras disputas regionais, como Grêmio e Internacional no Rio Grande do Sul e Cruzeiro e Atlético-MG em Minas Gerais. Em placas de publicidade posicionadas pelas instalações dos times, serão expostas as marcas Eletrosul e Eletrobrás.

A intenção da companhia, integrante da holding Eletrobrás, composta por quinze empresas e patrocinadora máster do Vasco, é fornecer recursos para que os estádios Ressacada e Orlando Scarpelli sejam reformados. O objetivo é servir como sub-sede da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo, em 2014.

"Isso certamente reverterá em benefícios para o Estado, como crescimento econômico e geração de trabalho e renda para as pessoas", disse no evento de anúncio o presidente da empresa, Eurides Mescolotto. "O patrocínio é o mesmo para os dois times, mas o objetivo é único: oferecer condições para que a cidade possa sediar algumas das seleções que disputarão a Copa".

Outros times do Estado de Santa Catarina, como Joinville e Criciúma, foram preteridos por alguns motivos. Em primeiro lugar, nenhum dos dois é sediado em Florianópolis, onde a empresa possui mais mercado. Avaí e Figueirense, por sua vez, possuem exposição superior, uma vez que integram as duas primeiras divisões do Brasil.

Por fim, a Eletrosul não pretende investir todo o orçamento em esporte - entre outras áreas, aposta em projetos sociais. Atualmente, a empresa possui atuação em quatro estados - Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Existem planos para investir em outros mercados, como o de Rondônia, e internacionalizar a marca, mas ainda não há nada concreto.