Por know-how, Minas leva dirigentes para a Espanha

Após ano vitorioso, país europeu vira referência para brasileiros

Após ano vitorioso, país europeu vira referência para brasileiros

O ano de 2010 pode ser considerado o ápice da Espanha no esporte, após trajetória iniciada nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona, uma vez que o país europeu reuniu títulos e ídolos bem sucedidos no futebol, no tênis, no automobilismo, entre outras modalidades. O sucesso despertou a curiosidade do brasileiro Minas Tênis Clube.

O clube mineiro enviou comissão formada por funcionários para permanecer na Espanha por uma semana. Técnico de basquete, técnico das categorias de base de tênis, gerente de esportes e diretora de esportes de base foram enviados com a missão de conhecer as práticas espanholas tanto em termos esportivos quanto de gestão.

Durante esse período, os profissionais do Minas visitaram os gigantes do futebol espanhol, Barcelona e Real Madrid, o Real Clube de Tênis Barcelona e o Saski Baskonia, clube de basquete mais conhecido pelo nome que ocupava os naming rights, Tau Cerámica, até 2009. A infraestrutura das entidades recebeu atenção especial dos brasileiros.

Para a área de negócios, especificamente, o Minas ainda pretende enviar Marcelo Vido, diretor de marketing, que deve ser acompanhado por Sérgio Domenici, gerente-executivo da Liga Nacional de Basquete (LNB), em maio. A viagem, a ser planejada para "importar" novas práticas de gestão, contudo, ainda não foi confirmada pelo dirigente.