Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Por mais sócios, Fluminense irá reforçar comunicação

Clube terá campanha em rádios e, talvez, TV para atrair novos sócios

Rodrigo Capelo em São Paulo - SP Publicado em 14/03/2012, às 08h27 - Atualizado às 11h27

Imagem Por mais sócios, Fluminense irá reforçar comunicação
Clube terá campanha em rádios e, talvez, TV para atrair novos sócios

Clube terá campanha em rádios e, talvez, TV para atrair novos sócios

A nova fase de associação ao Fluminense, com ingressos em todos os jogos e acesso às dependências do clube no Rio de Janeiro, fez com que a equipe das Laranjeiras adquirisse 1,9 mil novos filiados apenas na primeira semana de comercialização. Mas, como é natural em todos os times de futebol, o ritmo de adesões caiu, e agora dirigentes cariocas planejam reforçar a comunicação para retomá-lo.

"Nós temos a percepção de que já atingimos a maioria das pessoas que estão ao nosso alcance, então iremos reforçar a comunicação para aumentar a cobertura, o número de pessoas a serem atingidas", conta Idel Halfen, vice-presidente de marketing tricolor. Se hoje as chamadas à filiação são prioritariamente feitas na internet, por meio de redes sociais, outras mídias estão sob análise.

Até o momento, é certo que o Fluminense terá uma campanha veiculada em rádios. A televisão, por outro lado, está sendo estudada, mas ainda não há garantias de que haverá publicidade para atrair novos associados por meio dela. Na internet, a frequência dos anúncios também deve ser aumentada, mas a análise do vice-presidente é de que o problema está na cobertura dessas peças, e não na quantidade.

A queda no ritmo de associações já era previsto por Halfen desde que o plano de filiação foi remodelado, no início de fevereiro passado. A criação de impulsos para mantê-lo em alta, como os anúncios previstos para serem veiculados em rádios, já era planejada. E o futebol, com título da Taça Guanabara e bom desempenho na Copa Santander Libertadores, tem ajudado a empolgar torcedores.

Essa associação ao Fluminense, vale lembrar, tem caráter "interno". Em vez de criar um programa de sócios-torcedores mais amplo, como ingresso gratuito ou com desconto, entre outras vantagens, mas sem acesso à sede social, o clube das Laranjeiras preferiu inicialmente reformular a filiação mais "básica". O número é impreciso, mas estima-se que haja cerca de oito mil sócios tricolores atualmente.