Portuguesa pretende lançar sócio-torcedor em março

Terceira camisa terá nomes de 900 associados ao clube paulista

Terceira camisa terá nomes de 900 associados ao clube paulista

A criação do programa de sócios-torcedores da Portuguesa ganhou novos capítulos. O clube assinou contrato com a Microtag, que irá gerenciar o sistema da iniciativa, e deve apresentar a novidade à torcida em março. Até lá, irá lançar teasers relacionados ao projeto, no qual deposita esperança de surpreender e gerar novas fontes de receita.

Embora o programa ainda não esteja totalmente definido, é provável que o torcedor da equipe paulista tenha três planos de adesão disponíveis. Em todos, com preços que devem variar entre R$ 750 e R$ 1000, ganha direito a estampar o próprio nome na terceira camisa, a ser desenhada pela Penalty. A iniciativa, segundo o clube, é inédita.

Ao contrário de São Paulo e Corinthians, que optaram por inserir apenas um nome por camisa e fotos dos rostos dos torcedores, respectivamente, a Portuguesa irá por em prática um "meio termo". A equipe de origens lusitanas pretende colocar o nome de 900 sócios-torcedores na camisa três, sob a campanha "Eu Jogo Junto".

Caso todas as propriedades sejam comercializadas, a expectativa é que sejam arrecadados em torno de R$ 900 mil apenas com a venda dos espaços. Esse valor, entretanto, pode mudar de acordo com o número de cotas disponíveis. Para mais ou para menos, a Penalty terá de encontrar o número ideal de nomes para a peça.