Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Premier League deixa clubes decidirem sobre marcas de apostas

CEO da liga inglesa afirmou que não se opõe a clubes serem patrocinados por empresas de jogos

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 06/02/2020, às 11h19

Imagem Premier League deixa clubes decidirem sobre marcas de apostas

A Premier League deixará que os clubes decidam se vão ter o patrocínio de casas de apostas em suas camisas.

Richard Masters, que recentemente foi efetivado como CEO da liga inglesa de futebol, declarou ao jornal "The Guardian" que a entidade não pretende ter o patrocínio de casas de apostas, mas que não poderá impedir os clubes de tê-los.

"Não estamos entusiasmados com a indústria de jogos de azar. A Premier League nunca teve um relacionamento com as casas de apostas, mas são nossos clubes que fecham o patrocínio de camisa", afirmou o executivo.

Masters, porém, acredita que é preciso haver maior regulamentação sobre a publicidade e o mercado de apostas.

"Acho que toda a área precisa de regulamentação um pouco mais firme, principalmente em torno dos mais vulneráveis. Mas não acho necessariamente que a resposta deva ser que os clubes não devem mais ter parcerias de apostas", concluiu.

As declarações foram feitas em meio a uma discussão na Inglaterra dos jogos de azar sendo considerados um problema de saúde pública. O aumento do vício em jogo tem preocupado os britânicos, que estudam proibir publicidade de casas de apostas, como já foi feito com a indústria do cigarro.

Se isso acontecer, porém, o impacto financeiro será grande. Metade dos times da Premier League tem o patrocínio máster do segmento, numa movimentação anual de cerca de US$ 90 milhões em patrocínio só para essas equipes..