Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Prova de ciclismo retira do ar propaganda considerada sexista

E3 Harelbeke lançou cartaz alusivo a ciclista que beliscou bumbum de modelo durante cerimônia de pódio

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 27/02/2015, às 08h15 - Atualizado às 11h15

Imagem Prova de ciclismo retira do ar propaganda considerada sexista

Cartaz promocional da prova E3 Harelbeke, que foi criticado

Um cartaz promovendo uma competição de ciclismo na Bélgica causou polêmica por conteúdo sexista. A peça destacada a clássica prova E3 Harelbeke, em que aparece o traseiro de uma modelo com a saia levantada e a mão de um ciclista próximo de tocá-la.

O anúncio lembrava o beliscão que o ciclista Peter Sagan tinha dado no bumbum de uma modelo, durante premiação do Tour de Flandres em 2013. Após repercussão negativa, o eslovaco pediu desculpas à garota.

A União Ciclística Internacional divulgou ter ficado “extremamente descontente” com o cartaz promocional. “Recordamos os organizadores sua responsabilidade e as regras da UCI, e eles concordaram em retirá-lo [o polêmico cartaz] de todos os suportes publicitários”, afirmou a UCI, em comunicado oficial.

O polêmico cartaz, que foi criticado por grupos feministas, afirmava: “Quem aperta em Harelbeke?” Os organizadores se apressaram a retirar de circulação toda a peça publicitária. “Recebemos um chamado da UCI, que pedia que retirássemos o cartaz. Eles não querem se ver  vinculados a essa campanha. Assi, vamos retirá-los. Por sorte, as faixas que vamos pregar no centro de Harelbeke ainda não tinham sido impressas”, afirmou Jacques Coussens, diretor de comunicações da corrida.