Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Puma fecha com mais jovem atleta do futebol brasileiro

David Nogueira do Carmo tem apenas 9 anos e joga futsal no sub-9 do Santos

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 05/04/2018, às 07h42 - Atualizado às 10h42

Imagem Puma fecha com mais jovem atleta do futebol brasileiro

A fabricante de material esportivo Puma assinou um contrato de patrocínio com um jogador de apenas 9 anos de idade, da base do Santos.

David Nogueira do Carmo, que é o principal destaque do time de futsal sub-9 do Santos, tornou-se atleta patrocinado pela marca, que em 2019 passará a vestir o Palmeiras.

A informação, publicada pelo site Globoesporte.com, foi confirmada pela Puma, que emitiu um comunicado sobre o patrocínio assinado.

"Desde 2012, a Puma Brasil investe no programa Grassroot, que acredita e apoia os jovens talentos das categorias de base sub-13, sub-15 e sub-17 do futebol nacional, a fim de disseminar o DNA Puma na categoria. Como parte dessa aposta em novos nomes promissores, comunicamos que David Nogueira do Carmo passa a fazer parte do projeto com o suporte técnico da Puma", divulgou a empresa.

O negócio surpreende por se tratar de um dos contratos mais precoces da história do futebol nacional.

Com o acordo, David superou o atacante Rodrygo, que, com apenas 16 anos começou a ser titular no time do Santos recentemente, e que, aos 11, havia assinado com a Nike.

A escolha do jovem jogador é feita com base nos números que ele tem até agora. Em 43 jogos, ele já fez 56 gols, tanto que chamou a atenção do Palmeiras, que tenta convencer o atleta a defender o clube.

A decisão de mudar de cidade, porém, depende também do trabalho do pai do garoto. Edmilson Carmo é jogador de futebol, foi formado no Santos e atua pela Portuguesa Santista. Por isso, o desejo da família ainda é de permanecer em Santos.

"Por tudo o que o Santos fez, minha posição é mantê-lo aqui, esperar o que o clube pode oferecer", disse Edmilson ao Globoesporte.com.

Pela idade que tem, David não pode ainda firmar contrato de trabalho com nenhum clube.