Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Puma lucra € 176 milhões em nove meses e mira "grande ano"

Lucro da marca alemã aumentou 31,7% em relação ao mesmo período de 2017

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 25/10/2018, às 10h04

Imagem Puma lucra € 176 milhões em nove meses e mira "grande ano"

A Puma vem tendo um ano de 2018 para ser bastante comemorado. Entre janeiro e setembro, ou seja, nos primeiros nove meses do ano, a marca cresceu 10,5% em vendas, com um volume de negócios acima de € 3,4 bilhões, o que garantiu um lucro líquido de € 176 milhões, 31,7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Foto: Reprodução

O principal mercado da fabricante alemã continua sendo a região que compreende Europa, Oriente Médio e norte da África. Nesta parte do mundo, as vendas ultrapassaram € 1,4 bilhão, o que representou um aumento de 9,8% em relação aos nove primeiros meses de 2017.

Já a região da Ásia-Pacífico foi a que deu o maior salto quando se comparam os números com os do ano passado. Houve um aumento de 19% na receita, que alcançou € 857,5 milhões. Outro destaque foi o mercado dos Estados Unidos, que elevou o volume de negócios para mais € 1,1 bilhão, um aumento de 5,7%.

Em relação aos produtos, os calçados seguem como carro-chefe da marca, com vendas acima de € 1,6 bilhão, o que significa um crescimento de 9,5% em comparação ao mesmo período do ano passado. Logo atrás, vêm o setor de vestuário (€ 1,2 bilhão e aumento de 13,6%) e acessórios (€ 576 milhões e aumento de 7,5%).

Com os resultados obtidos até o final de setembro, a Puma decidiu revisar para cima a meta para o ano como um todo. Agora, a marca alemã espera que o volume de negócios aumente entre 14% e 16%, e o lucro alcance um valor estimado entre € 325 milhões e € 335 milhões no final de dezembro.