Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Real Madrid assina com Mastercard para museu itinerante

Empresa patrocinará ida a Melbourne; projeto deverá passar por 15 cidades

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 21/03/2018, às 14h28

Imagem Real Madrid assina com Mastercard para museu itinerante

Foto: Divulgação / Real Madrid

O Real Madrid acertou com a Mastercard e conseguiu patrocínio para a viagem de seu museu itinerante a Melbourne, na Austrália. A cidade australiana será a primeira visitada pelo projeto madrilenho, que pretende ir a outras 14 cidades pelo mundo e pode chegar a faturar mais de US$ 100 milhões nos próximos cinco anos. O projeto foi divulgado na Máquina do Esporte em junho do ano passado.

De acordo com o site espanhol Palco 23, o museu itinerante do time merengue vai desembarcar na Austrália em 9 de junho. O espaço ocupado será uma área de 1.500 m2, dividida em quatro partes no centro histórico de Melbourne, local em que se localizam os principais museus da cidade.

O passeio começa em uma espécie de showroom, em que as principais notícias e dados históricos do Real Madrid podem ser vistos em projeções audiovisuais. Depois, lá dentro, os visitantes poderão conferir alguns troféus e outros objetos do clube que nunca saíram de Madri, como taças da Liga dos Campeões, bolas e as chuteiras de alguns jogadores.

O museu ainda terá um cinema 360o, que permite que o visitante tenha a experiência de uma partida no Santiago Bernabéu, e uma área de habilidade de alta tecnologia, com consoles de jogos promovidos pela EA Sports. Por fim, o visitante ainda poderá adquirir produtos do clube em uma loja oficial.

Os preços, ainda não oficiais, devem ficar entre US$ 20 e US$ 35, dependendo da cidade onde o museu estiver. A ideia do Real Madrid é que cerca de 3,5 milhões de visitantes passem pelo museu nos próximos cinco anos, o que renderia o faturamento tão desejado de mais de US$ 100 milhões.

As outras 14 cidades não foram divulgadas até o momento, assim como a informação da continuidade ou não da Mastercard ou de algum outro patrocinador como apoiador do museu após a saída de Melbourne.