Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Real Madrid começa renovação de parcerias com Sanitas

Empresa especializada em saúde abre lista de contratos a serem renovados

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 12/09/2018, às 14h07

Imagem Real Madrid começa renovação de parcerias com Sanitas

O Real Madrid anunciou nesta quarta-feira (12) a renovação e ampliação de seu contrato com a empresa especializada em saúde Sanitas. O novo acordo, que não teve os valores divulgados, vai até o final da temporada 2020/2021.

Pelo contrato, a marca pode usar o nome do clube em publicidades físicas e digitais, e vice-versa. Além disso, a Sanitas permanece como responsável por prestar serviços médicos aos atletas e familiares dos times profissionais de futebol e basquete, e continuará tendo visibilidade em todas as contratações madrilenhas que fazem exames médicos assim que chegam ao clube.

Vinicius Junior fez exames médicos com a Sanitas. Foto: Reprodução / Site (realmadrid.com)

“É um orgulho continuar trabalhando pela saúde de uma equipe tão carismática. Com esta renovação, a Sanitas continua a unir os seus valores de esforço, sacrifício e liderança aos do Real Madrid”, declarou Iñaki Ereño, CEO da empresa espanhola, que atualmente também patrocina a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

A Sanitas pertence a uma espécie de terceiro nível dos patrocinadores do Real Madrid, que é focado no mercado espanhol e possui ativações restritas a locais específicos. Além da empresa de seguros médicos, fazem parte o banco CaixaBank, a água mineral Solán de Cabras e a casa de apostas Codere. A única de fora da Espanha nesse nível é a americana Coca-Cola.

Acima, em um segundo nível, estão marcas como Audi, EA Sports, Exness, Hankook, Hugo Boss, Mahou e Nivea Men. No nível principal, ficam os dois patrocinadores que mais colocam dinheiro no clube: Adidas e Emirates.

A meta madrilenha é pegar todos os contratos que estão prestes a terminar ou que já expiraram e começar a renovar um por um, sempre mantendo a estratégia de dar preferência pela ampliação antes de procurar outro parceiro.

Vale lembrar que o Real Madrid, um dos clubes mais ricos do mundo, faturou € 297 milhões com patrocínios e licenciamentos na temporada 2017/2018, 16% a mais que na temporada anterior. Já na temporada atual, o objetivo é aumentar ainda mais essa receita e ultrapassar a barreira dos € 305 milhões.