Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Red Bull estende acordo com motores Honda até 2021 na F1

Relacionamento teve início este ano e obteve três vitórias na temporada

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 27/11/2019, às 15h35

Imagem Red Bull estende acordo com motores Honda até 2021 na F1

A Red Bull anunciou, nesta quarta-feira (27), a extensão do contrato com a Honda para o fornecimento de motores na Fórmula 1 até 2021. Com a ampliação, que também contempla a Toro Rosso, a Red Bull ainda garante permanência na principal categoria do automobilismo mundial após 2020, coisa que Mercedes e Ferrari ainda não fizeram até o momento.

As duas principais equipes da Fórmula 1 atual cogitam a possibilidade de deixar a categoria ao término da temporada que vem pela iniciativa da Liberty Media de aplicar, a partir de 2021, um novo conjunto de regras técnicas e limite de gastos destinados a tornar a F1 mais equilibrada. As equipes em geral ainda negociam novos termos comerciais com a Liberty Media sobre distribuição de prêmios e divisão mais justa das receitas.

Max Verstappen conquistou três vitórias na temporada (Foto: Reprodução / Twitter (@redbullracing)

Vale lembrar que o relacionamento entre Red Bull e Honda teve início neste ano. A montadora japonesa havia voltado à categoria em parceria com a McLaren em 2015, mas teve três anos ruins com a escuderia britânica.

No ano passado, no entanto, fechou com a Toro Rosso e teve um desempenho até certo ponto satisfatório. Tanto que acabou conseguindo um acordo com a equipe principal da marca de bebidas energéticas austríaca e, em 2019, passou a equipar as duas escuderias.

Este ano foi disparadamente o melhor da montadora desde que retornou à F1. Ao todo, alcançou três vitórias na temporada, todas com o holandês Max Verstappen pela Red Bull (Áustria, Alemanha e Brasil), o que deu impulso à renovação e ampliação do contrato.