Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Notícia / Turbinada

Vivo reforça foco no esporte feminino com patrocínio à Nossa Arena

Operadora batizará espaço dedicado a esportes de areia, fortalecendo ação no beach tennis

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/09/2021, às 16h49

Vivo patrocinará as quadras para esportes de areia dentro da Nossa Arena - Divulgação
Vivo patrocinará as quadras para esportes de areia dentro da Nossa Arena - Divulgação

A Vivo fechou um acordo para patrocinar a Nossa Arena, espaço criado para a prática de atividades esportivas apenas pelo público feminino. Localizada em São Paulo, a Nossa Arena, fundada por Júlia Vergueiro, colunista da Máquina do Esporte, foi inaugurada recentemente e conta com o apoio de outras empresas, como a Nike.

“Apoiar uma iniciativa como essa nos possibilita dar mais um passo no apoio às mulheres no esporte, que já faz parte da nossa visão como marca que acredita na equidade de gênero”, disse Marina Daineze, diretora de marca e comunicação da Vivo.

O patrocínio da operadora será para o espaço na Nossa Arena dedicado aos esportes de areia, entre eles o beach tennis, cuja prática tem aumentado sensivelmente em São Paulo. Esta não será a primeira iniciativa da operadora na modalidade, já que fechou patrocínio ao Mundial que será disputado no Rio de Janeiro, em outubro.

Segundo a Vivo, o patrocínio reforça o projeto criado pela marca para dar maior visibilidade para a prática de esportes pelas mulheres. Durante os Jogos Olímpicos, a empresa lançou no Twitter a campanha #JogueComElas, que questionou a pouca audiência e o pouco espaço ocupado na mídia pelas modalidades esportivas femininas.

A Nossa Arena conta com cinco quadras de areia, além dos campos de grama sintética, espaço para prática de ioga, vestiários e um bar. Para ativar o patrocínio ao espaço, a Vivo fará uma ação com influenciadoras digitais, como Milene Domingues, que irão ao espaço para conversar com as frequentadoras e ampliar as pautas sobre o esporte feminino.