Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Revés judicial distancia apoio do Vasco

Revés judicial distancia apoio do Vasco

Redação em São Paulo - SP Publicado em 19/03/2009, às 08h00 - Atualizado às 11h00

Uma decisão judicial deixou o Vasco ainda mais longe de estampar um patrocínio em suas camisas. O time carioca busca certidões negativas de débito para poder assinar acordo já apalavrado com a Eletrobras, que pagaria R$ 24 milhões para se aliar à equipe por um ano. O problema para o Vasco é que a juíza Marcella Araújo da Nova Brandão negou pedido de reconhecimento de apenas parte da dívida do clube com o governo federal. Se tivesse obtido sucesso nessa requisição, o montante seria reduzido e o clube faria o pagamento. A conta é a seguinte: para obter as certidões, o Vasco deve desembolsar R$ 8 milhões. Como não consegue reunir essa verba, o clube pediu o reconhecimento imediato de R$ 2 milhões e uma consignação do restante, que seria pago posteriormente. Com o revés na Justiça, o Vasco precisa agora angariar os R$ 8 milhões para sanar o total da dívida. Assim, fica ainda mais distante de um acordo com a Eletrobras ? o acordo foi selado no início deste ano, mas ainda não pôde se tornar oficial.