Rivais lucram mais que o Vasco

Em números absolutos, o Vasco foi o clube que mais faturou com a expectativa pelo milésimo gol de Romário. Porém, proporcionalmente, os candidatos a "coadjuvantes" da marca histórica do atacante lucraram mais. Como na primeira partida contra o Gama, em Brasília, o Vasco não teve nenhuma receita, o clube carioca recebeu, em média, R$ 163.088,89 por jogo. Só o time do Distrito Federal, no confronto que não teve que dividir os ganhos com o rival, faturou R$ 339.605,58. O Botafogo conseguiu uma receita ainda maior no jogo contra o seu adversário. O clube carioca faturou R$ 366.311,42. Já o Flamengo, que recebeu R$ 157.544,80 contra o Vasco, só não teve um lucro maior porque perdeu o clássico. Segundo o regulamento do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, os vencedores dos clássicos têm direito a uma porcentagem maior na divisão de receita. O caso mais curioso é o do Fluminense. O clube não "participou" da saga pelo milésimo gol do atacante, mas como seu jogo da Copa do Brasil foi antes do confronto entre Vasco e Gama, os dois times dividiram a receita. E, mais interessante ainda, foi que o total arrecadado pelos tricolores foi maior do que o do time de Romário. O Flu teve receita de R$ 83.055,42. Com mais descontos, o Vasco faturou menos.