Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Roger Federer ganha duelo com Nike e recupera logotipo RF

Imbróglio teve início quando tenista deixou marca americana e fechou com Uniqlo

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 13/03/2020, às 08h44 - Atualizado às 11h44

Imagem Roger Federer ganha duelo com Nike e recupera logotipo RF

Em julho de 2018, Roger Federer surpreendeu o mundo do esporte ao oficializar o fim da parceria com a Nike após 20 anos e o consequente acerto com a Uniqlo. Desde então, o tenista entrou em um duelo judicial com a marca americana por conta do uso do icônico logotipo RF. Nesta quinta-feira (12), o tenista ganhou a briga.

Há quase dois anos, a disputa na Justiça era para decidir de quem era a propriedade comercial da logomarca. A Nike afirmava que havia registrado a marca e que, por isso, detinha os direitos sobre ela. Federer, por sua vez, reivindicava o RF por ser uma marca que leva suas iniciais, sendo, portanto, personalizada.

Foto: Reprodução

De acordo com o Instituto de Marcas e Patentes dos EUA (USPTO), a logomarca poderá ser novamente usada por Federer a partir de agora pelo fato de a Tenro AG, empresa criada pelo tenista na Suíça em 2007, ter sido listada como última proprietária do logotipo, que realmente havia sido originalmente registrado pela Nike. A marca americana já havia deixado de vender produtos com as iniciais no ano passado para esperar o resultado na Justiça.

O curioso da situação é que, mesmo duelando com a Nike nos tribunais, Federer não deixou de usar os tênis da marca, já que o contrato de US$ 30 milhões anuais com a japonesa Uniqlo contempla apenas vestuário, e não calçados. No final do ano passado, o tenista chegou a fechar um acordo e se tornou investidor e embaixador global da On Running, empresa suíça especializada em tênis esportivos. Mesmo assim, como a On Running ainda não tem calçados específicos para a prática da modalidade, seguiu usando tênis da Nike no circuito da ATP.

De acordo com a imprensa europeia, ainda não está claro se Federer ou a Uniqlo planejam usar o logotipo RF agora que ele foi autorizado pela Justiça. O tenista, que está fora do circuito temporariamente após fazer uma cirurgia no joelho direito, deve se pronunciar sobre o assunto e o futuro ou não da logomarca em breve.