Saída de Rivaldo decepciona patrocinador do Mogi

"São coisas variáveis e incontroláveis", afirma diretora de marketing

Após sete anos afastado do futebol brasileiro, Rivaldo está de volta. Um dos ídolos da seleção que conquistou o pentacampeonato mundial com a camisa do Brasil, em 2002, irá vestir a camisa do São Paulo em 2011. Antes disso, havia se comprometido a jogar pelo Mogi Mirim, no qual é presidente, motivo de decepção a patrocinador.

A escola de idiomas Alps, pertencente ao Grupo Multi, dona também de marcas como Skill, Wizard, Yázigi, entre outras, decidiu patrocinar a equipe do interior de São Paulo justamente pela presença de Rivaldo. A visibilidade que o clube teria com o presidente em campo agradou a empresa, que agora tem de aceitar a situação.

“Existem coisas que, na hora em que estamos fechando negócio, são variáveis e incontroláveis”, lamenta Sílvia Andrade, diretora de marketing do Multi, à Máquina do Esporte. “Fizemos a aposta justamente por causa do Rivaldo, porque ele é conhecido e reconhecido, mas são coisas que acontecem, e não tem muito o que fazer”.

O acordo firmado entre clube e empresa, segundo a executiva, permanece intacto. Não havia nenhuma cláusula em contrato que garantisse a presença de Rivaldo em campo para que o aporte fosse concretizado, tampouco há algo que o Multi possa fazer para compensar a perda em exposição. Como presidente, o craque decepcionou.

Leia mais:

Com Skill e Yázigi, Multi "rouba" clubes de concorrentes