Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Santa fecha com Primor até meio do ano

Santa fecha com Primor até meio do ano

Gustavo Franceschini em São Paulo - SP Publicado em 27/03/2009, às 15h00

O Santa Cruz fechou um contrato de patrocínio com a marca Primor, que pertence à multinacional Bunge Alimentos, até o fim do Campeonato Estadual. O acordo, que servirá de ?teste? para a empresa do ramo alimentício, renderá R$ 60 mil por mês para o clube do Arruda. ?A turma fica muito presa à ideia de que o futebol é um espaço para produtos masculinos, mas a Batavo no Corinthians mostrou que não é assim. As empresas tem de entender que podem colocar uma margarina na camisa do clube, que vai ser barato e vai entrar na casa do consumidor?, disse Antonio Junior, diretor de marketing e comunicação do Santa Cruz. Com isso, o clube praticamente encerra a negociação de suas propriedades de camisa para o primeiro semestre. A chegada de Primor, somada aos investimentos do Grupo Saúde (costas) e da Chineray (mangas), rende R$ 120 mil por mês ao Santa. O único espaço restante é o do calção, que não chega a ser uma urgência na atual conjuntura. Os dirigentes tricolores estão priorizando as conversas para renovação com o Grupo Saúde e a própria Primor até o fim do ano.