Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

São Paulo lembra casos passados em luta contra racismo

Clube usou negros do elenco atual e dados oficiais em vídeo nas redes sociais

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 20/11/2019, às 10h51

Imagem São Paulo lembra casos passados em luta contra racismo

Assim como o Atlético-MG, o São Paulo decidiu usar as redes sociais neste dia 20 de novembro, data em que se comemora o Dia da Consciência Negra, para fazer um apelo no combate ao racismo. Para isso, o clube paulista utilizou diversos atletas negros e pardos de seu elenco atual, como Arboleda, Bruno Alves, Helinho, Jucilei, Léo, Tchê Tchê e Toró, entre outros.

No vídeo, o São Paulo lembrou de casos passados, inclusive recentes, ocorridos com jogadores brasileiros como Dentinho, Grafite (este jogando pelo próprio time paulista), Hulk, Roberto Carlos, Taison e Tinga, jogadoras como Formiga e Ludmila, e até atletas estrangeiros como Balotelli.

Foto: Reprodução / YouTube (São Paulo FC / SPFCTV)

A repercussão do vídeo está sendo grande entre os torcedores. Até Taison, que defendeu a seleção brasileira na última Copa do Mundo e foi ofendido durante jogo do seu clube, o Shakhtar Donestk, contra o Dinamo de Kiev, pelo Campeonato Ucraniano, respondeu ao Tricolor paulista no Instagram, agradecendo a campanha. "Seguimos Juntos!! Obrigado São Paulo FC!!", escreveu o jogador.

O vídeo publicado pelo São Paulo ainda divulga dados oficiais que apontam como os negros são desfavorecidos no Brasil, pede reflexão e respeito, e termina com a frase "O São Paulo se importa". Assista ao vídeo abaixo: