Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Seleção do Egito deixa Adidas e volta a fechar com Puma

País africano teve melhor momento no futebol ao lado da nova parceira

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 23/01/2019, às 15h28

Imagem Seleção do Egito deixa Adidas e volta a fechar com Puma

A Associação Egípcia de Futebol (EFA) anunciou nesta quarta-feira (23) um novo fornecedor de material esportivo. Após alguns anos com a Adidas, a seleção conhecida como "Faraós" voltará a ser vestida pela Puma. O acordo não teve os valores nem a duração exata revelados.

Foto: Reprodução / Twitter (@Pharaohs)

Pelo contrato, todas as seleções egípcias de futebol passarão a usar uniformes fornecidos pela Puma. Isso porque o acordo inclui os times masculino e feminino, além das categorias menores.

"O Egito tem um histórico incrível, e estamos muito animados em mais uma vez fornecer a eles nossos produtos. Esperamos que a Puma e os Faraós possam continuar de onde pararam, conquistando o título da próxima Copa das Nações Africanas em 2019", afirmou Johan Adamsson, diretor de marketing e licenciamento esportivo da Puma.

"Compartilhamos muitas lembranças felizes e bem-sucedidas, e esperamos que isso permaneça no que será um ano muito importante para o futebol egípcio", disse Hany Abo Rida, presidente da EFA.

A seleção egípcia teve o melhor momento de sua história no futebol em meio a uma parceria com a Puma. Com a marca alemã, o país conquistou os títulos de 2006, 2008 e 2010 da Copa das Nações Africanas (Afcon). Até hoje, os Faraós são os únicos a alcançar a façanha de três conquistas consecutivas.

Vale lembrar que, após uma série de confusões e polêmicas, o próprio Egito foi escolhido pela Confederação Africana de Futebol (CAF) para sediar o principal torneio de seleções do continente este ano. A princípio, a competição seria disputada em Camarões.