Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Sem arena olímpica, Tottenham aposta em estádio barato

Clube investe em nova casa ao custo de R$ 200 milhões, menos de 10% do valor de instalação usada em Londres-2012

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 23/10/2014, às 14h31

Imagem Sem arena olímpica, Tottenham aposta em estádio barato

Enquanto o custo da nova casa do West Ham já beira os R$ 2,5 bilhões, o Tottenham anuncia um novo estádio no valor de R$ 200 milhões. O clube encomendou para a M Anderson Construction a construção de sua arena no Northumberland Park, em White Hart Lane. A obra  deve ser entregue em 2018. A empresa será responsável por toda a estrutura do novo estádio, incluindo arquibancadas e rampas de acesso.

A nova arena do Tottenham, em Northumberland Park

Os consórcios liderados por West Ham e Tottenham foram os finalistas de concorrência para assumir o estádio Olímpico, utilizado nos Jogos de Londres, em 2012. O West Ham acabou triunfando na disputa e arrendou o espaço por 99 anos.

Sem a arena olímpica, o Tottenham buscou alternativas e contratou a M Anderson Construction, empresa com sede em Essex, para tocar o novo projeto. A empresa foi responsável pela construção do centro de treinamento do clube, em Enfield, cidade vizinha a Londres, inaugurado em 2012.

“O valor total das obras é de £ 49.773.727”, informou o clube, em ofício enviado ao conselho municipal, requisitando a aprovação da obra.

O Tottenham já recebeu a permissão de demolir a Fletscher House, um dos prédios situados no terreno em que o clube pretende erguer a nova arena. A diretoria do time ainda negocia todas as permissões necessárias para poder começar a obra, o que deve acontecer em breve. A nova arena, cujos naming ritghts ainda serão negociados, terá a capacidade de 56.250 torcedores.