Sem “Astro”, Record consegue liderança com vôlei no Pan

Brasil e Cuba disputaram na última quinta-feira a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americano. Com a decisão, a Record pôde comemorar a liderança no horário. No entanto, o primeiro lugar da emissora paulista só foi possível após o término do capítulo de “O Astro”, exibido pela Rede Globo.

Durante o período da partida do Brasil, a média da Record foi de 13 pontos. Já a Globo transmitiu, no mesmo período, “O Astro”, “Hipertensão”, “Jornal da Globo” e “Programa do Jô”. Na média, os programas ficaram com 11 pontos, o que dá à emissora paulista o primeiro lugar no Ibope com o Pan-Americano.

Por outro lado, a média de “O Astro”, que se encerra na próxima semana, foi de 19 pontos. A novela ocupou a primeira hora da partida entre Brasil e Cuba, que só foi finalizada às 2h30 da madrugada.

O pico da partida de vôlei, de 16 pontos, não chegou a alcançar a média de “O Astro”. Esse pico aconteceu durante a exibição de “Hipertensão” pela Globo. O programa comandado por Glenda Kozlowski teve queda de audiência em relação à novela, com 12 pontos de média.

Na semifinal do torneio, a Record não conseguiu pontuação tão alta. Com 11 pontos de média, a partida da seleção brasileira não conseguiu a liderança de seu horário. Na própria emissora, o jogo representou uma queda no Ibope. A novela “Vidas em Jogo”, exibida anteriormente, teve 13 pontos de média.

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.