Sem clássico, Ibope não sobe em São Paulo

Rogério Ceni foi o destaque da vitória são-paulina

Rogério Ceni foi o destaque da vitória são-paulina

O Santos está na decisão da Copa Santander Libertadores e, por isso, pediu para que sua partida frente ao Corinthians, que seria no último domingo, fosse adiada para não atrapalhar a preparação do elenco para o duelo contra o Peñarol, na próxima quarta-feira. Com isso, a Globo ganhou uma nova data em agosto, mas viu sua audiência do último domingo não sair do normal.

Ceará e São Paulo se enfrentaram, o que garantiu a quinta vitória consecutiva do time do Morumbi neste Campeonato Brasileiro. No Ibope, a rede Globo registrou média de 18 pontos, enquanto a rede Bandeirantes teve sete pontos de média.

Os valores não saíram da linha apresentada na última semana, quando Internacional e Palmeiras se enfrentaram. Na data, a Globo conseguiu os mesmos 18 pontos obtidos no último domingo. Na Bandeirantes, no entanto, o índice foi menor, com cinco pontos de média.

Considerando-se apenas os clássicos jogados durante o Campeonato Paulista deste ano, nenhuma partida teve um Ibope no patamar de Ceará e São Paulo. A partida entre dois dos quatro grandes do Estado de São Paulo que teve o menor índice foi entre Santos e Palmeiras. A Globo teve 19 pontos, e a Band ficou com sete.

Série B

A Bandeirantes viu sua audiência aumentar na transmissão da Série B, mesmo após ter em sua grade, na última semana, uma partida envolvendo um time de São Paulo. No último sábado, Vitória e Sport tiveram quatro pontos de média no Ibope. Já o jogo entre Barueri e Portuguesa, no sábado anterior, teve apenas três pontos de média.

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.