Sem concorrência, Libertadores melhora audiência

Edu Dracena vibra com gol na Copa Santander Libertadores

Edu Dracena vibra com gol na Copa Santander Libertadores

Em 2010, durante a primeira partida da semifinal da Copa Santander Libertadores, os torcedores de São Paulo tiveram duas opções de times do Estado na televisão. Enquanto o São Paulo enfrentava o Internacional, pelo torneio continental, o Santos fazia a primeira final contra o Vitória, pela Copa Kia do Brasil. Neste ano, a torcida não se dividiu e a audiência subiu.

Novamente, a rede Bandeirantes transmitiu uma partida da Copa do Brasil durante a Libertadores da Globo. No entanto, dessa vez não havia nenhum time paulista em campo - o Vasco eliminou o Avaí pela semifinal. Solo em São Paulo, o Santos na Libertadores chegou a 28 pontos de média na emissora carioca.

Já em 2010, São Paulo e Internacional, em um jogo de import"ncia idêntica, tiveram apenas 23 pontos de média na Globo. O que variou neste ano foi o Ibope obtido pela Bandeirantes. Com o Santos na Copa do Brasil, conseguiu sete pontos de média. Com Vasco e Avaí, a média ficou em apenas três pontos.

A audiência obtida por Santos e Cerro Porteño pela Libertadores na última quarta-feira foi a segunda melhor da rede Globo em 2011. A melhor pontuação permanece com Tolima e Corinthians, ainda pela fase de qualificação do torneio. Na ocasião, a eliminação do time brasileiro rendeu 30 pontos de média à emissora carioca.

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.