Sem futuro definido, Internacional usa Minotauro

Lutador vestiu marca do clube no UFC Rio, quando venceu e foi premiado

Lutador vestiu marca do clube no UFC Rio, quando venceu e foi premiado

O Internacional irá dar continuidade na noite desta quarta-feira (31) à parceria de três meses que firmou com Rodrigo Minotauro, lutador de artes marciais mistas (MMA, na sigla em inglês). O clube gaúcho irá levá-lo ao Beira-Rio durante o confronto com o Santos, depois de encontro com a imprensa. Mas o futuro ainda é incerto.

A aproximação entre a equipe colorada e o atleta foi intermediada pela Garra Sports Marketing, agência de marketing esportivo pertencente ao grupo Gaia. A empresa deseja prolongar a presença de Minotauro e usá-lo em ações de engajamento com a torcida, mas, sem contrato assinado, o clube ainda analisa o negócio.

"Sem dúvida, ele é uma lenda, reconhecido no mundo inteiro em um esporte que está crescendo, mas tem de ser avaliado com cuidado, porque somos um clube de futebol, e não de luta", explica Jorge Avancini, diretor de marketing do Internacional.

A participação de Minotauro no UFC Rio, realizado no último fim de semana, de qualquer modo, agradou a direção colorada. O lutador, que venceu o norte-americano Brendan Schaub e faturou a premiação de melhor nocaute da noite, gerou exposição à marca da equipe tanto em mídias sociais, quanto na aparição na televisão.

"Como a parceria entre ambos foi fechada muito próxima do evento, focamos em ações de exposição de marca, mas queremos mostrar ao mercado que há muitos outros modelos a serem seguidos", afirma Alexandre Franklin, gerente de marketing esportivo da Garra, em referência ao uso do lutador em licenciamentos.

O intuito da agência de marketing esportivo é estreitar a relação entre Internacional e Minotauro, de modo que o atleta passe a estar presente em mais eventos ligados ao clube. Há, inclusive, proposta de colocá-lo para lutar em Porto Alegre, mas, por ora, a empresa ainda terá de convencer dirigentes a abraçar o projeto.