Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Sem Libertadores, Band sofre com futebol na quarta-feira em São Paulo

Emissora paulista ficou com apenas um ponto com a partida do Botafogo, pela Copa do Brasil

Duda Lopes - São Paulo (SP) Publicado em 02/04/2015, às 17h07

Imagem Sem Libertadores, Band sofre com futebol na quarta-feira em São Paulo

Na última quarta-feira, houve mais uma rodada de futebol no Brasil. Como de costume, duas emissoras fizeram transmissões ao vivo. No entanto, uma delas, a Globo, tem o direito da Copa Bridgestone Libertadores, enquanto a Bandeirantes tem que se contentar com jogos menores. E essa conta não tem dado certo para o canal paulista.

Enquanto Corinthians e Danúbio se enfrentaram pelo torneio continental, a Bandeirantes teve que exibir uma partida da Copa Sadia do Brasil sem nenhum clube de São Paulo. Botafogo-PB e Botafogo-RJ se enfrentaram e derrubaram a audiência da emissora. Foi apenas um ponto na capital paulista.

Para a Globo, por outro lado, houve mais um bom resultado com a Libertadores. Com 23 pontos, a emissora conseguiu sua terceira melhor audiência com o futebol em 2015. As duas primeiras, por sinal, também foram com o torneio: Corinthians x São Paulo e Corinthians x Once Caldas.

Não foi a primeira vez que isso aconteceu neste ano. Quando o São Paulo goleou o Danúbio na Libertadores, a Globo ficou com 19 pontos de média. A Band, com jogo do Flamengo na Copa do Brasil, marcou apenas um ponto.

Até quando contou com a força do Palmeiras, o resultado não foi muito positivo. Na partida do time contra o Vitória da Conquista, a Band ficou com apenas três pontos, enquanto a Globo chegou a 21 com San Lorenzo x Corinthians.

Houve apenas uma exceção. No segundo jogo entre Once Caldas e Corinthians, a Band exibiu Santos e São Paulo pelo Paulistão Itaipava. A Globo ficou com 20 pontos de média, mas a emissora paulista bateu seu recorde de audiência neste ano, com oito pontos de média.

Cada ponto no Ibope equivale a 67.113 domicílios sintonizados em São Paulo, referência para o mercado publicitário.