Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Setor público deve arcar com 42% da Copa

Redação Publicado em 23/06/2010, às 20h00

O Brasil, segundo estudo realizado pela Ernst & Young em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), deverá gastar cerca de R$ 29,6 bilhões para sediar a Copa do Mundo de 2014.

Desse valor, contudo, apenas 42% terá como origem os cofres público, algo em torno de R$ 12,5 bilhões. O setor privado, por outro lado, deverá desembolsar cerca de R$ 17,6 bilhões, os outros 58%.

As 12 cidades escolhidas para sediar partidas devem receber aproximadamente R$ 14,54 bilhões em obras de infraestrutura e construção ou modernização de estádios. Apenas no embelezamento das cidades, esperam-se gastos na casa dos R$ 2,84 bilhões.

Quem irá se beneficiar com esse cenário é o turismo, que pode crescer até 79% até a Copa. Segundo a pesquisa, o montante de turistas estrangeiros deve atingir 2,98 milhões de pessoas nos próximos três anos e meio.