Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Sob investigação, OAS coloca à venda arenas de Natal e Salvador

Arena das Dunas e Arena Itaipava Fonte Nova estão na lista de empresas que serão vendidas pela construtora

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 01/04/2015, às 08h53 - Atualizado às 11h53

Imagem Sob investigação, OAS coloca à venda arenas de Natal e Salvador

A construtora OAS quer vender a Arena da Dunas e a Arena Itaipava Fonte Nova, na qual detém 50% do empreendimento. Investigada na Operação Lava-Jato, que analisa desvios de dinheiro da Petrobras e de empreiteiras, a empresa lançou uma nota na terça-feira (31) para anunciar ações que a impeçam de pedir falência.  

Para se recuperar financeiramente, já que a empresa sofre com uma série de limitações a crédito graças à Operação Lava Jato, a empresa também colocou à venda a participação em outras seis empresas.

Segundo o diretor de desenvolvimento corporativo da OAS, Diego Barreto, há um motivo para a venda: “O desinvestimento em ativos é motivado também pela decisão de priorizar o core business do grupo, que é o nosso braço de construção pesada,        a Construtora OAS”.

Em nenhum momento, no entanto, há a citação da Arena do Grêmio. A construtora já havia acertado a venda do estádio para o clube, em uma negociação de cerca de R$ 400 milhões, além do terreno do Estádio Olímpico. A negociação foi interrompida justamente após a empresa ter sido envolvido na Lava Jato.

Além da venda de ativos, a OAS anunciou o pedido de recuperação judicial de nove empresas. Segundo a empresa, esse seria o caminho para o grupo renegociar as dívidas com credores e fornecedores.