Soccerex negocia por mais dois anos no Brasil

Duncan Revie, presidente da Soccerex, quer ficar mais no Brasil

Duncan Revie, presidente da Soccerex, quer ficar mais no Brasil

A Soccerex negocia com uma cidade brasileira para realizar a “Global Convention” por dois anos. O contrato atual, com o Rio de Janeiro, ainda prevê mais três edições. Além do evento realizado em 2010 e o que será em novembro deste ano, a feira ainda estará na capital fluminense em 2012 e 2013.

A cidade que poderá receber os dois eventos pós-Copa do Mundo de 2014 ainda permanece em segredo. No entanto, o presidente da Soccerex, Duncan Revie, deu dicas à Máquina do Esporte de qual poderia ser o local: “Tem que ser uma cidade de grande circulação financeira e que seja um ótimo centro de futebol”, afirmou.

Perguntado diretamente se a cidade era São Paulo, Revie desconversou, negando-se a dar qualquer indicação de qual seria o local. A declaração foi feita na capital paulista, onde ocorreu a primeira entrevista coletiva sobre a Soccerex Global Convention deste ano, que será realizado na praia de Copacabana, Rio de Janeiro.

Em 2010, a Soccerex já havia explicitado a import"ncia de São Paulo para a feira. A contratação de Cafu como embaixador do evento foi, segundo a própria organização, uma maneira de representar o futebol paulista. O ex-jogador, antes de ser campeão do mundo pela seleção brasileira, havia jogado no São Paulo e no Palmeiras.

A cidade escolhida receberá a primeira feira após a Copa do Mundo no Brasil, no fim de 2014. Pelo menos até o Mundial, a perspectiva é de crescimento do evento. Em 2010, foram realizados R$ 150 milhões em negócios, sendo R$ 54,7 milhões destinados ao país anfitrião do evento. Para este ano, o número de expositores irá de 150 para 180. Da mesma forma, os participantes deverão saltar de 3 722 para quatro mil.   

Antes de chegar ao Rio de Janeiro, a feira já havia passado por cidades como Londres, Paris e Dubai. A última cidade foi Johanesburgo, cidade mais rica da África do Sul, sede da Copa do Mundo de 2010.

Leia mais:

Soccerex oficializa Corinthians e Neymar para feira

Para presidente, Soccerex aproxima Brasil de Premier League