Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

SP ainda vive dúvida sobre uniforme

SP ainda vive dúvida sobre uniforme

Guilherme Costa em São Paulo - SP Publicado em 21/01/2009, às 11h00

O São Paulo anunciou na última quinta-feira um novo contrato de patrocínio com a LG. Na segunda, apresentou os uniformes que vai utilizar na temporada 2009. E depois da notícia oficial e do desfile, cogita uma mudança em sua camisa. Ainda não está confirmada a permanência da rede de lojas Fast Shop nas mangas até o fim do ano. Inicialmente, a Fast Shop está confirmada apenas para os dois primeiros jogos do São Paulo no Campeonato Paulista, contra Ituano (21/01) e Portuguesa (25/01). Para seguir com sua marca nas camisas tricolores depois disso, ainda depende de uma negociação com a diretoria do clube. O centro da polêmica é a participação do São Paulo nesse patrocínio. A diretoria pleiteia fatia maior, mas a LG pretende repassar valor similar ao que era praticado no ano passado. A prospecção de patrocínio para as mangas das camisas é responsabilidade da LG. A empresa fez questão de incluir essa propriedade no contrato depois da parceria entre São Paulo e Habib?s ? havia reclamações sobre o tamanho da logomarca do restaurante e o fato de não haver ligação estratégica entre os parceiros. Com a Fast Shop, rede de lojas que revende produtos eletrônicos, a LG conseguiu sanar os dois problemas. Além de ter incluído nas camisas do São Paulo uma marca com a qual tem alinhamento de diretrizes, a mudança na marca propiciou reforma estética. Para manter a Fast Shop, contudo, o São Paulo espera receber mais. E a LG só cogita aumentar o montante repassado ao clube se obtiver uma receita maior da rede de lojas. Tudo isso deve ser decidido até a próxima semana. ?Ainda estamos conversando sobre isso. A discussão sobre a marca que vai estampar as mangas é com a LG, mas temos algumas questões para alinhavar sobre a participação do clube?, confirmou Adalberto Baptista, diretor de marketing da equipe tricolor. Até o fim do ano passado, a LG pagava R$ 16 milhões para estar no uniforme do São Paulo. A empresa e o clube renovaram por valor muito similar ? cerca de R$ 2 milhões a mais, apenas por correção relativa à inflação. Esse montante dá à empresa o direito de explorar toda a camisa tricolor.