Sport planeja limpar uniforme para 2012

O departamento de marketing do Sport tem sofrido reclamações pelo excesso de marcas estampadas no uniforme do clube. Com o time bem na Série B, a diretoria já se planeja para resolver a questão; o plano é deixar a camisa com no máximo dois patrocinadores. A condição é que a equipe suba para a Série A do Campeonato Brasileiro.

O diretor de marketing do Sport, Sid Vasconcelos, explicou a situação vivida. “As pessoas pedem pela diminuição de patrocinadores, mas hoje existe uma necessidade financeira que precisa ser alcançada”, justificou.

Caso o clube confirme a volta à Série A, o plano do Sport é conseguir valorizar os espaços o suficiente para ter apenas um patrocínio máster com, no máximo, mais um suporte secundário, na manga por exemplo.

A crença do marketing do Sport está na valorização que o clube tem conseguido nos últimos anos com patrocínios. “Valorizamos muito as propriedades. Hoje, ganhamos mais até do que em anos em que estávamos na Série A”, ressaltou Vasconcelos.

Todos os atuais contratos do Sport para patrocínio na camisa expiram no fim deste ano. O clube já está, portanto, negociando com interessados. Apesar da necessidade de espera pelo resultado da Série B, a diretoria do time já tem uma preferência por renovação: o BMG.

O banco mineiro, patrocinador máster do Sport desde 2010, mantém boa relação com o clube, que quer mantê-lo em 2012. A direção do time afirma estar satisfeita com a parceria, até em termos financeiros para a equipe na Série B.

Para o restante deste ano, o clube ainda recebe propostas de patrocínio, mesmo com a camisa cheia. A última conversa foi para um acordo envolvendo a axila do uniforme do Sport, algo semelhante ao que o Avanço faz com o Corinthians. A empresa, no entanto, não foi revelada, e os valores não agradaram à direção.