Sport tenta definir patrocinadores até fim de 2011

Clube negocia BMG, Iquine e Supergasbrás, mas tem três novas ofertas

Clube negocia BMG, Iquine e Supergasbrás, mas tem três novas ofertas

De volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o Sport está com pressa para definir quais serão os patrocinadores com exposição em camisa na próxima temporada. Há negociações pendentes com BMG, Tintas Iquine e Supergasbrás, e a expectativa do clube pernambucano é que tudo seja resolvido até o fim de dezembro.

"É importante que chegue até o fim de dezembro com todos os contratos assinados, para começar o campeonato já com a camisa resolvida", analisa Gustavo Dubeux, presidente do Sport, responsável por comandar as tratativas com o BMG. O banco mineiro, inclusive, ganhou a concorrência de outras interessadas na cota máster.

Há, segundo apurou a Máquina do Esporte, três conversas existentes com empresas novas, e elas têm disposição em substituir a instituição financeira no peito do uniforme rubro-negro. A Fiat, de quem se esperava que fosse haver novas consultas neste fim de ano, por sua vez, ainda não se manifestou sobre aporte em 2012.

"Na Série A, a visibilidade é maior, e obviamente o retorno financeiro tem que ser maior", explica Sid Vasconcelos, diretor de marketing do time pernambucano, a respeito das negociações. "O Sport, pela força da nossa torcida, do campeonato, da visibilidade nacional que tem, chama a atenção, então estamos tranquilos".

A busca por patrocinadores acontece de modo paralelo aos esforços do marketing do clube em campanha de mídia, externa pela primeira vez, voltada para o fortalecimento do quadro social. O Sport, segundo adiantou a Máquina do Esporte, leva ao ar nesta semana peças publicitárias estimulando torcedores à adesão aos planos disponíveis.