Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Tenda deixa Cruzeiro, e Fiat pode assumir

Tenda deixa Cruzeiro, e Fiat pode assumir

Guilherme Costa em São Paulo - SP Publicado em 19/12/2008, às 09h00 - Atualizado às 11h00

Uma reunião marcada para esta sexta-feira pode definir uma mudança no patrocinador master do Cruzeiro para a próxima temporada. O posto era ocupado até este ano pela construtora Tenda, que não vai permanecer, e a Fiat surge como favorita à substituição. A Fiat patrocinou as mangas das camisas do Cruzeiro em 2008 (cota premium). No encontro desta sexta-feira, a empresa fará uma proposta para migrar para o peito e as costas (cota master), posto que já ocupou em anos anteriores. ?O interesse existe, mas não sei se vai se confirmar. Vamos ouvir o que eles falarão na reunião e ver o que acontece?, disse o vice-presidente de marketing da equipe mineira, Antonio Claret. Da lista de possíveis patrocinadores master, o nome da empresa italiana é o único que o Cruzeiro trata abertamente. No entanto, o clube mineiro salienta a existência de outros concorrentes nessa briga. O presidente Zezé Perrella chegou a dizer que ?empresas da Ásia? demonstraram interesse na possibilidade de estampar a camisa da equipe. Essa briga pelo espaço no peito e nas costas da camisa do Cruzeiro surgiu porque a saída da Tenda, que atualmente ocupa esse espaço, é dada como certa. A construtora passou por mudanças administrativas neste ano, foi negociada para outro grupo e tem um novo presidente. Com isso, já perdeu o período de preferência para a renovação do contrato, que vence no fim de 2009, e ainda não sinalizou sobre a chance de continuar. ?É uma mudança muito grande, e acredito que eles não devem manter o investimento no esporte. Ao menos no momento, o mais provável é que eles aproveitem um tempo para resolver questões internas. Estamos trabalhando com várias opções, e espero resolver isso o quanto antes?, ponderou Claret. Caso a Fiat ratifique a migração da cota premium para o posto de patrocinador master, o Cruzeiro ainda deve encontrar facilidade para encontrar um substituto para suas mangas. A empresa de componentes automotivos Aephra já fez uma oferta à diretoria para voltar a esse espaço, desde que a primeira negociação tenha andamento positivo. ?A Fiat é o maior cliente deles. Então, a Aephra espera essa definição. Se a Fiat não fechar o peito e as costas da camisa, tem a preferência para continuar nas mangas?, explicou Claret. ?Espero que essas negociações coloquem o Cruzeiro na lista dos principais clubes do Brasil na questão de patrocínio, que é onde ele deve estar?, completou.