Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Tiger Woods não pode usar seu nome comercialmente sem autorização da Nike

Golfista abre restaurante na Flórida, e é impedido de utilizar seu nome completo pela empresa de material esportivo

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 11/03/2015, às 16h48

Imagem Tiger Woods não pode usar seu nome comercialmente sem autorização da Nike

Tiger Woods durante competição

Tiger Woods inaugurou recentemente seu restaurante em Jupiter, na Flórida. O golfista investiu US$ 8 milhões no empreendimento. O local foi batizado de Woods Jupiter: Sports and Dining Club porque o atleta não pode utilizar seu próprio nome comercialmente sem o aval da Nike.

O norte-americano tem contrato com a empresa de material esportivo há 19 anos. A Nike é proprietária dos direitos comerciais da marca Tiger Woods e nem o próprio atleta pode utilizar seu nome em novos empreendimentos. Para que isso seja possível, o norte-americano tem que pedir uma autorização especial à companhia, o que até hoje não foi concedido. Sem autorização da companhia de material esportivo, ele não pode nem mesmo utilizar seu nome em um comunicado de imprensa.

Sem poder usar o nome para atrair mais frequentadores ao restaurante, Tiger Woods espera, mesmo assim, que a casa seja bem-sucedida. O estabelecimento comercial está em uma das regiões mais valorizadas da Flórida, onde residem o próprio golfista e o ex-jogador de basquete Michael Jordan.

“A ideia é ser um lugar onde as pessoas possam encontrar os amigos, assistir competições pela TV e desfrutar de uma boa refeição”, afirmou Woods, sem citar que uma das atrações do local será a possibilidade de cruzar com o golfista no estabelecimento comercial.

Segundo a revista Sports Illustrated, que noticiou a história, não está claro se Nike, sediada em Beaverton, no Oregon, possui acordo semelhante com outras estrelas do mundo esportivo patrocinadas pela marca.