Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

TV+ mira São Paulo com Corinthians

Duda Lopes em São Paulo - SP Publicado em 30/06/2010, às 13h00

Imagem TV+ mira São Paulo com Corinthians
 - Crédito Redação

- Crédito Redação

O Corinthians jogou um torneio amistoso com Atlético Paranaense, São Caetano e Iraty, em Londrina, no último fim de semana. A surpresa dos amistosos, no entanto, ficou fora do campo. Em uma negociação ligeira, quem ganhou o direito de transmissão dos jogos não foi a Record e nem a Rede TV, que tinham interesse. Apareceu, então, a pouco conhecida Rede TV+.

A emissora tem como modelo inicial ser um facilitador para comerciais. Ela produz as propagandas veiculadas no canal, em um formato semelhante ao utilizado pelo concorrente Shop Tour. Como diferencial, a companhia resolveu produzir conteúdos locais. Hoje, 80% do que é produzido pela emissora fica preso à cidade onde é feito a transmissão.

E nesse foco que entrou o esporte. No ABC paulista (Santo André, São Bernardo e São Caetano), foram transmitidos mais de 200 jogos do São Bernardo nos últimos três anos. Para o diretor-presidente da TV+, Carlos Carreiras, o esporte ligou a população da cidade à sua empresa. “Esse número de jogos é superior ao número de Corinthians e São Paulo na Globo”, afirmou Carreiras.

Além do São Bernardo, cidades do interior de São Paulo puderam acompanhar, pela emissora, jogos da Série A2 e A3 do Campeonato Paulista, além da Copa Paulista. Maratonas locais também receberam atenção, diversificando as modalidades transmitidas.

Carreiras cita como exemplo o caso de Porto Alegre para reforçar a ideia de programação local. “Não dá para a gente brigar com o jornalismo da RBS (Rede Brasil Sul, afiliada da TV Globo). Por isso focamos em uma programação altamente local, para nos diferenciarmos”.

Na capital paulista, por outro lado, a TV+ permanece desconhecida. O torneio amistoso envolvendo o Corinthians surgiu para colocá-la no mapa. A Rede Record e a Rede TV também tinham interesse no torneio, mas o alto custo para mexer na programação e o curto tempo para conseguir patrocinadores minou o desejo. Com bom relacionamento com dirigentes do Corinthians, os direitos foram oferecidos a Carreiras, que aceitou sem hesitar.

“O Corinthians cedeu os direitos de graça e eu tive um custo de R$ 50 mil para fazer a transmissão”, afirmou o diretor-presidente da TV+. Assim como as outras emissoras, Carreiras não teve tempo de conseguir patrocinadores para a aventura com um time grande, o que não foi lamentado, já que não é esse o intuito com o esporte: “Futebol é marketing”.

O evento teve pouca atenção, até pelo período de Copa. Mas a Rede TV+ comemora o que considerou bons números. Sem audiência revelada, a emissora recebeu 7 mil emails durante os dois jogos do Corinthians. A Uol, que passou o jogo em seu site de esporte, em parceria com o canal, teve 12 mil acessos durante nos 90 minutos de cada partida corintiana.