Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

UFC cria maior centro de treinamento de MMA do mundo na China

Liga tem como objetivo crescer cada vez mais no "lucrativo" mercado asiático

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 24/06/2019, às 10h19

Imagem UFC cria maior centro de treinamento de MMA do mundo na China

O UFC inaugurou neste final de semana um centro de treinamento de MMA, também chamado de instituto de performance, em Shangai, na China. A ideia é que o espaço sirva para treinamento de lutadores chineses e de outros países asiáticos para que se tornem, inclusive, atletas da liga de lutas.

O espaço também tem como objetivo desenvolver mais o esporte em solo chinês e, assim, atrair mais a atenção do mercado asiático para o UFC. Atualmente, dez atletas chineses fazem parte da liga. A meta é chegar a cerca de 75 lutadores após a inauguração do centro de treinamento.

Foto: Reprodução

A data em que o local, já considerado o maior centro de treinamento de MMA do mundo, foi lançado também não é coincidência. Em 31 de agosto, o UFC realizará seu primeiro evento em território chinês, na cidade de Shenzhen, e até lá usará o CT, que tem até loja oficial, como forma de promoção para as lutas.

De acordo com a imprensa europeia, o espaço em Shangai possui mais de 8,6 mil metros quadrados, custou cerca de US$ 13 milhões e ainda servirá como sede regional do UFC na Ásia. Para se ter uma ideia, o local é três vezes maior que o primeiro CT criado pela liga, em Las Vegas, nos EUA.

A abertura do instituto de performance e o evento em agosto são os últimos esforços do UFC para crescer no mercado chinês, considerado "potencialmente lucrativo" pela liga. Em maio, o UFC fez uma parceria com o Weibo, principal rede de mídia social do país, para aumentar o perfil da liga no país. Com mais de 400 milhões de usuários ativos por mês, o Weibo se tornou a plataforma oficial de mídia social do UFC na China como parte do acordo.