Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Manchester United tenta se livrar de praga de ratos em estádio

Presença de roedores, que tem aumentado nos últimos meses, é reclamação de rivais no Old Trafford desde 2006

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 23/01/2015, às 18h20

Imagem Manchester United tenta se livrar de praga de ratos em estádio

Dono do maior patrocínio de camisa do mundo, o Manchester United está enfrentando um problema prosaico, típico de locais com pouca higiene. Ratos têm usado as instalações do clube como moradia, incluindo invasões periódicas no estádio de Old Trafford durante jogos do clube. A praga montou seu habitat na arquibancada norte e sul da arena.

Segundo o diário Daily Mail, tem sido comum o aparecimento de roedores em volta do gramado durante aquecimento da equipe. Para tentar resolver o problema, a diretoria contratou uma empresa de extermínio, que ainda não conseguiu conter a praga.

As primeiras reclamações contra o aparecimento dos animais indesejáveis ocorreram ainda em 2006, durante jogo da Copa da Inglaterra. Naquele ano, os jogadores do Burton reclamaram que havia ratos correndo por todo o gramado durante jogo contra o time da casa.

Em 2009, durante o clássico local contra o Manchester City, câmeras flagraram a presença de um roedor no gramado durante o jogo. Desde então, houve novas queixas de equipes rivais contra a presença de ratos em 2010, 2012 e 2013. Em 2010, um rato foi fotografado durante jogo contra o West Ham. Dois anos depois, um relatório do clube identificou infestação de ratos em uma das cantinas do estádio.

Agora, a praga teria chegado inclusive aos escritórios administrativos do estádio. Segundo um porta-voz do clube, a empresa contratada vem fazendo “controles semanais” para tentar livrar o estádio do problema.

“O Manchester United implantou um forte sistema de controle de pragas em todo o Old Trafford. Checagens semanais são feitas em todas as zonas onde foi detectada presença de roedores e são tomadas medidas rigorosas para garantir elevados níveis de higiene e limpeza sempre que alimentos são armazenados, preparados e servidos. Se incidências dessa natureza ocorrem no estádio, são tomadas medidas imediatas”, informou m porta-voz do clube ao jornal britânico.

No entanto, apesar de todas as tentativas e o uso de inseticidas, por algum motivo desconhecido, a presença dos ratos só tem aumentados nos últimos meses.