Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Under Armour anuncia aumento de 25% nas vendas, mas vê ações caírem

Com expansão para o exterior e crescimento de venda de calçados, vendas atingem US$ 805 milhões

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 23/04/2015, às 08h24 - Atualizado às 11h24

Imagem Under Armour anuncia aumento de 25% nas vendas, mas vê ações caírem

Stephen Curry, um dos principais embaixadores da Under Armour

A Under Armour anunciou aumento de 25% das vendas no primeiro trimestre, mas viu suas ações caírem 5%, já que o mercado esperava um balanço ainda mais positivo da empresa de material esportivo com sede em Baltimore, nos Estados Unidos. As ações da companhia caíram para US$ 83,52 na bolsa de Nova York.

Segundo a empresa, as vendas subiram para US$ 805 milhões no período de janeiro a março deste ano. Durante o mesmo período no ano passado, a empresa faturou US$ 642 milhões. Nesse período, a marca se expandiu internacionalmente e começou a investir mais forte no setor de calçados esportivos.

O lucro da empresa foi limitado por conta da aquisição de dois aplicativos fitness (MyFitnessPal e o Endomondo) durante esse trimestre, no valor total de US$ 560 milhões. Neste período, a companhia também anunciou a entrada no futebol brasileiro, com o patrocínio de cinco anos da camisa do São Paulo a partir de maio, com o início do Campeonato Brasileiro.

A empresa também reviu sua previsão de crescimento para 2015. A Under Armour espera crescer 23% no ano, com as receitas atingindo US$ 3,78 bilhões.

A última vez que a empresa cresceu menos de 20% no trimestre foi há cinco anos. “Antes de Jordan Spieth ter sua carteira de motorista”, brincou Kevin Plank, CEO da Under Armour, referindo-se ao golfista, um dos embaixadores da marca, de 21 anos.

A lista de conquista dos embaixadores da empresa, aliás, tem sido um dos trunfos da companhia. Tom Brady, quarterback do New England Patriots, conquistou o quarto título no Super Bowl. Stephen Curry conduziu o Golden State Warriors a uma campanha histórica e o título simbólico da temporada regular da NBA. Lindsay Vonn tornou-se recordista em conquista na Copa do Mundo de esqui alpino. Já Gisele Bündchen atraiu os holofotes ao se despedir oficialmente das passarelas.

No primeiro semestre, as vendas no exterior aumentaram 74%. Para alcançar esse número, além da entrada no Brasil, a marca também investiu forte na expansão ao Oriente Médio e na abertura de lojas na China.

Apesar disso, as vendas internacionais ainda representam pouco no faturamento da Under Armour: apenas 12% das receitas da empresa vem dessa operação. “Mas é a primeira vez que as vendas fora da América do Norte superaram os 10%”, festejou Brad Dickerson, diretor financeiro e de operações da empresa.

Segundo analistas financeiros, a empresa deve atingir US$ 10 bilhões em vendas nos próximos cinco anos. Para isso, a empresa aposta no crescimento do mercado feminino, além da maior participação do setor de calçados no total das vendas.