Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Valdano pede equilíbrio no futuro do Real

Valdano pede equilíbrio no futuro do Real

Gustavo Franceschini em São Paulo - SP Publicado em 17/02/2009, às 07h00 - Atualizado às 10h00

O Real Madrid foi, nos últimos quatro anos, o clube que mais arrecadou segundo a Deloitte Money League, pesquisa da consultoria brit"nica, mas mesmo assim vive às voltas com conflitos políticos e desempenhos esportivos medíocres. Ex- jogador e dirigente da agremiação espanhola, Jorge Valdano reconhece que o sucesso fora das quadras não é suficiente e entende que uma mudança de mentalidade é necessária a curto prazo. ?O Real tem de encontrar um equilíbrio. Para se acertar, ele tem de fazer essa política de marketing sem se ressentir de um bom trabalho futebolístico?, disse o argentino, que está no Brasil para promover o lançamento do MBA em gestão esportiva da Anhembi Morumbi. A fala de Valdano representa mais que a opinião de um ídolo da torcida. O hoje diretor da Escola de Estudos Universitários do Real Madrid participou da implantação do modelo dos ?galácticos?, que expandiu a força da marca no início do século e elevou o clube ao patamar financeiro atual. A sequela esportiva, no entanto, é notável. Desde a chegada de David Beckham ao clube, ápice do projeto em 2003, o clube só chegou uma vez às quartas-de-final da Uefa Champions League, sendo eliminado nas oitavas nas outras edições. Principalmente por isso, foram nada menos que oito técnicos no comando técnico do time no período, número recorde para o Real Madrid. Além disso, dois presidentes deixaram o cargo antes do fim do mandato, sendo que o último, Ramón Calderón, o fez sob acusações de fraude nas contas. ?O Real foi o primeiro a explorar o marketing remoto, que chegou a todos os cantos do planeta. Isso hoje é fundamental para qualquer um que queira atingir o mercado global. Só que é evidente que em algum momento houve um erro?, concluiu Valdano.