Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Valencia fecha com a Puma e também substituirá Adidas

Jornal espanhol Marca crava novo fornecedor técnico a partir de 2019

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 10/04/2018, às 08h13 - Atualizado às 11h13

Imagem Valencia fecha com a Puma e também substituirá Adidas

O Valencia seguirá o caminho de diversos clubes do futebol mundial e vai substituir a alemã Adidas em 2019. De acordo com o jornal espanhol Marca, a também alemã Puma será a substituta e assinará um contrato até 2022.

Segundo a publicação, o clube espanhol buscava um acordo que pagasse mais do que os atuais 1,7 milhão de euros pagos pela Adidas por ano. Como a atual fornecedora não fez uma proposta considerada vantajosa para o clube, a Puma entrou em cena e teria oferecido 4 milhões de euros anuais, o que fez com que o Valencia optasse pela troca.

O jornal ainda acrescenta que o valor pode ser ainda maior, dependendo de alguns objetivos, entre eles disputar a Liga dos Campeões da Europa na próxima temporada. Como o Valencia é atual terceiro colocado na tabela da LaLiga e faltam apenas sete rodadas, as chances são muito grandes.

Se o novo acordo se confirmar, o Valencia será o quarto time grande que a Puma “rouba” da rival Adidas desde meados do ano passado, após Milan, Olympique de Marseille e Palmeiras (cujo contrato com a marca das três listras termina apenas no final do ano).

Pelo lado da Adidas, o clube espanhol seria mais um na extensa lista de times que trocaram a marca alemã por outra. Além dos quatro da Puma, ainda completam a lista Newell’s Old Boys (Umbro), Real Sociedad (Macron), Betis (Kappa), Osasuna (Hummel), Nottingham Forest (Macron) e Middlesbrough (Hummel).

Na contramão das perdas, a Adidas renovou com o Feyenoord até 2023 e fechou com o São Paulo também por cinco anos, em contrato que passará a valer a partir do meio deste ano.