Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Vasco busca sócios fora do Rio de Janeiro

Vasco busca sócios fora do Rio de Janeiro

Rodrigo Capelo em São Paulo - SP Publicado em 26/05/2010, às 08h00 - Atualizado às 11h00

O programa de captação de novos sócios do Vasco entra, a partir desta terça-feira (25), em uma nova fase. O clube busca ampliar a base de filiados que residem fora do Rio de Janeiro, por meio da ação "Vascaíno de Norte a Sul". Atualmente, o time carioca possui cerca de 50 mil torcedores cadastrados na campanha "O Vasco É Meu". E, segundo o diretor de marketing da agremiação, Marcos Blanco, 40% vivem fora do Estado do Rio. "Dessa base, identificamos que havia muita inadimplência, então analisamos sugestões e reformulamos o projeto", explica o dirigente. Entre os sócios com mensalidades em dia, aproximadamente quatro mil estão espalhados pelo Brasil. "Nossa meta é dobrar esse número em curto espaço de tempo", projeta Blanco. Bem como o rival Flamengo, o Vasco possui, de acordo com o diretor, grande número de torcedores e mercado em potencial no Norte, no Nordeste e em Brasília. Nesses locais, em médio prazo, o clube também pretende criar consulados com embaixadores responsáveis por promover sua marca. Para atrair o público de outros Estados, o Vasco criou um pacote de benefícios. Dentre eles, a assinatura da revista oficial, carteirinha personalizada, desconto de 50% para jogos em São Januário - caso o torcedor viaje para o Rio de Janeiro - e a aquisição de uma camisa oficial por R$ 89,90 após 12 meses de adimplência. O clube, entretanto, terá de superar os maus resultados no futebol para emplacar a campanha. Nas três primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o primeiro após a volta à elite, a equipe somou apenas um ponto - um empate e duas derrotas. "Todo plano de sócios passa pelo momento do time", admite Blanco.