Vasco pretende concluir site e quebrar "barreira"

Clube irá incluir site em pacote de mídia para conseguir anúncios

Clube irá incluir site em pacote de mídia para conseguir anúncios

O site oficial do Vasco, atualmente em versão "beta", está sendo finalizado pelo departamento de marketing do time. A expectativa é que seja preenchido com mais informação, ao agregar meios de comunicação que foram criados pelo clube no último ano, como canal de televisão e rádio, e quebrar "barreira" comercial comum no meio.

Entre sites de clubes de futebol, pouquíssimos conseguem vender propriedades comerciais ligadas só à página. Os espaços reservados para anúncios, normalmente, acabam recebendo as marcas de empresas que já são patrocinadoras da equipe, e em muitos casos a exibição do logotipo é um agrado, sem retorno financeiro.

"Parece ser uma barreira, mas nós já estamos a quebrando, e a prova disso é que o Vasco tem 25 parceiros comerciais com contribuição financeira e alguma contrapartida em mídia, seja em placas de campo, ornamentos na sala de musculação, entre outros", afirma Marcos Blanco, diretor de marketing vascaíno, à Máquina do Esporte.

A saída encontrada pelo marketing cruzmaltino para comercializar propriedades no site sem envolvê-las em ações com patrocinadores, como Eletrobras, Ambev, Penalty ou Ale, é inclui-las em pacotes de mídia que envolvem mais de um meio. Ao adquiri-los, o anunciante ganha exposição em TV, rádio, loja eletrônica e redes sociais.

Para conseguir comercializar esses pacotes, o diretor de marketing argumenta que leva tempo para convencer empresas de que eles geram retorno adequado. "Às vezes, começamos apenas com uma placa no campo, e aos pouquinhos vamos mostrando outras oportunidades", aponta Blanco. "É um processo que leva tempo".