Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Verizon renova contrato milionário para transmitir NFL via streaming

Grupo de telecomunicações usará suas plataformas Yahoo, Yahoo Sports e go90

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 11/12/2017, às 15h02

Imagem Verizon renova contrato milionário para transmitir NFL via streaming

Foto: Reprodução

A Verizon, maior operadora de telefonia móvel dos Estados Unidos, conseguiu um acerto com a NFL e vai transmitir a principal liga de futebol americano do mundo pelos próximos cinco anos. Nos EUA, especula-se que o valor a ser pago pela Verizon será de cerca de 500 milhões de dólares por ano. Ou seja, no total, o valor chegaria a 2,5 bilhões de dólares, aproximadamente o dobro do acordo anterior. As duas partes são parceiras desde 2010.

De acordo com a imprensa norte-americana, o número exato de partidas a que a Verizon terá direito não foi especificado, mas a NFL garante que o grupo de telecomunicações poderá transmitir jogos de pré-temporada, temporada regular, playoffs e, inclusive, o Super Bowl. A parceria ainda inclui a produção de conteúdos originais que serão desenvolvidos em conjunto.

Para as transmissões, a Verizon já esclareceu que vai utilizar suas plataformas mais conhecidas, Yahoo, Yahoo Sports e go90. Pelo contrato, o acerto entre as duas partes é restrito a dispositivos móveis, como telefones celulares e tablets.

Segundo a mídia dos EUA, a Verizon deve conquistar uma audiência digital de grandes proporções. Isso porque a audiência dos portais controlados pela empresa está estimada em cerca de 200 milhões de usuários móveis (praticamente a população inteira do Brasil) por mês em todo o território norte-americano.

Para melhorar ainda mais, a Verizon já se assegurou de que qualquer usuário possa contratar o serviço, mesmo que sua operadora de celular seja outra. E ainda deu a entender que a NFL não será a única a ter a empresa como parceira no futuro.

“Alianças desse tipo não são uma vitória apenas para os fãs mas também para parceiros e anunciantes que procuram uma primeira experiência móvel. Queremos que a Verizon se torne o destino móvel de todos que queiram assistir a esportes ao vivo”, afirmou um empolgado Lowell McAdam, CEO da Verizon.

O novo contrato deve entrar em vigor ainda nesta temporada, mas só a partir de janeiro, quando começam os jogos dos playoffs. Vale ressaltar que o acordo que entrará em vigor é totalmente diferente do anterior pelo fato de que, nos últimos anos, a Verizon deixou de ser apenas uma operadora de telefonia móvel para se tornar também uma empresa de conteúdo de vídeo, após suas compras da AOL em 2015 e do Yahoo! em 2017 por 4,4 bilhões de dólares cada.