Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Villeneuve amplifica opções de patrocínio para sua equipe

Redação Publicado em 20/07/2010, às 16h00

Jacques Villeneuve está determinado a voltar à Fórmula 1 com sua própria equipe. Segundo a imprensa italiana, o último apelo por patrocínios foi para o filho do líder líbio Muammar al-Gaddafi. O dinheiro líbio poderá dar vida ao plano do piloto canadense que seria, além de dono, um dos corredores da nova equipe.

O filho de Muammar al-Gaddafi, Al-Saadi, atua em diversos ramos empresariais, mas sempre esteve ligado ao esporte. Ele chegou a ser jogador de futebol na Itália, com passagens por clubes como Perugia, Sampdoria e Udinese.

Além do filho do ditador, Villeneuve também trabalha com a ex-equipe de GP2, Durango, que tem interesse em se tornar o 13º time na Fórmula 1. A busca por patrocínio estaria focada, nesse momento, em investidores italianos e russos.

Para formar a equipe, até os nomes de Flavio Briatore e Pat Symonds têm sido vistos como opções. Os dois estão afastados da Fórmula 1 desde 2009, quando foi revelado o esc"ndalo do GP de Cingapura de 2008. A dupla, ainda na Renault, teria pedido para Nelson Piquet Júnior bater propositalmente para favorecer o outro piloto da equipe, Fernando Alonso.