Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Opinião / Bernardo Pontes

Opinião: Conteúdo é o novo petróleo

Com segunda temporada do Acesso Total, Botafogo indica caminho para o futuro do entretenimento no futebol

Bernardo Pontes, especial para a Máquina do Esporte Publicado em 17/12/2021, às 06h45 - Atualizado às 06h47

Botafogo fechou acordo com a Globo para divulgar os bastidores do clube na Série B de 2021 no Acesso Total - Divulgação
Botafogo fechou acordo com a Globo para divulgar os bastidores do clube na Série B de 2021 no Acesso Total - Divulgação

Dever de casa obrigatório para todos os apaixonados por gestão esportiva, principalmente futebol. A série “Acesso Total”, disponível na Globoplay, mostra os bastidores da temporada 2021 do Botafogo, que conseguiu o objetivo de voltar à Série A em grande estilo, com a conquista do Brasileiro da Série B.

Essa é a segunda temporada da série na Globoplay e no Sportv, que lançou a primeira temporada no ano passado, mostrando os bastidores do Corinthians no Brasileirão de 2020. 

O próprio nome dispensa qualquer tipo de apresentação do conteúdo, visto que uma das premissas para o projeto sair é de fato ter acesso a imagens superexclusivas. Não só a vitória, mas também o conflito, as dificuldades, a pressão. Isso que os grandes players buscam. Afinal, o conflito vende.

Analisando o quanto o Botafogo abriu as portas para o seu torcedor e para os amantes do futebol terem acesso ao universo alvinegro, eu me pergunto quantos clubes hoje estariam dispostos a abrir a “porta do vestiário” para a produção de um conteúdo como esse.

Posso afirmar: esse é um caminho sem volta. Alguns profissionais do mercado do futebol consideram vestiário, preleção, ônibus, etc. como lugares sagrados, em que ali não entra câmera. Em um curto espaço de tempo, porém, essas limitações deixarão de existir. Futebol é entretenimento, e conteúdo é o novo petróleo.

Já reparou que o Flamengo não mostra os bastidores do elenco na FlaTV quando o time empata ou perde? Isso não faz sentido algum. Até porque a preparação, o esforço e o foco são os mesmos quando o time ganha a partida. A derrota também deve ser mostrada, pois faz parte do jogo.

Lembro de uma situação, quando eu era diretor de marketing do Cruzeiro. Estávamos na estreia da Libertadores, com uma expectativa muito grande. Jogo na Argentina, contra o Racing. E… perdemos por 4x2. A torcida ficou arrasada.

No dia seguinte, percebi que nosso time de comunicação estava em dúvida se postava o vídeo com os bastidores do jogo ou se evitava a publicação por uma pretensa revolta da torcida. Quando vi a cena, apenas comentei: “Para quem é o vídeo? Não é para eles? Então pergunta no Twitter algo como: ‘Galera, o resultado não foi o que gostaríamos, mas o vídeo dos bastidores está pronto e muito bem-produzido. O estagiário quer saber se é para postar ou não. Vocês querem ver?‘“ Resultado: quase 80% das pessoas responderam que queriam ver o material.

Costumo dizer que clubes de futebol trabalham para seus torcedores, e marcas esportivas para fãs do esporte. O que o Botafogo fez foi ultrapassar as barreiras de General Severiano.

Muitas cenas mostram bastidores que os torcedores não conseguem enxergar. Profissionais do clube trabalhando durante a partida e que não conseguem ver o jogo, dramas de jogadores que se dedicam e se esforçam, mas cujas lesões os impedem de jogar, dificuldade de se contratar atletas, etc.

Quando um clube iria expor uma discussão do técnico com a torcida na saída do jogo de maneira tão bem contada como fizeram com o Enderson Moreira?

Tenho por característica ser otimista e possuo uma expectativa grande de que a série “Acesso Total” acelere o processo de profissionalização das equipes de TV dos clubes de futebol, visto que até hoje elas passam dificuldades com orçamentos baixos e equipes defasadas. Já vivi isso por onde passei. Uma pessoa filma, edita, faz foto, etc.

Repito: conteúdo é o novo petróleo. O clube que não enxergar isso vai ficar para trás.

Assistam ao “Acesso Total”. Está disponível na Globoplay.

Bernardo Pontes, executivo de marketing com passagens por clubes como Fluminense, Vasco, Cruzeiro, Corinthians e Flamengo, é sócio da Alob Sports, empresa especializada em conectar atletas e personalidades a marcas, fundador da SporTeach e escreve mensalmente na Máquina do Esporte