Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Opinião / Tiago Soares

Opinião: Muito além das medalhas

Tiago Soares, especial para a Máquina do Esporte Publicado em 12/08/2021, às 11h13

Imagem Opinião: Muito além das medalhas

A performance do skate brasileiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi histórica. Entre centenas de trajetórias com vencedores e perdedores, o skate se destacou como um esporte “novo” na agenda olímpica e caiu nas graças dos torcedores. As históricas medalhas de Kelvin Hoefler, a primeira do país nesta edição, Rayssa Leal e Pedro Barros, foram um marco para a modalidade que já coleciona resultados nos principais campeonatos há anos.

O espírito do skate contagiou os torcedores de todo o planeta. O esporte chegou e deu seu recado de que é possível competir em alto nível, mas sem perder sua essência. Agora é a hora de aproveitar os holofotes e investir em estrutura, como nas pistas públicas por todo o país, por exemplo. A cena do skate sempre foi muito forte no Brasil, mas agora passou a atingir o grande público que não tinha tanta familiaridade com o assunto. Existem muitos Kelvins, Pedros e Rayssas que só precisam de incentivo para alcançar seus sonhos.

Incentivo que começou a ser executado pelo BV desde que o banco começou a investir no esporte, em 2018. Somos parceiros do Bob Burnquist, o maior expoente do skate brasileiro e um dos principais skatistas da história. Juntos, entregamos kits modulares para escolas e praças públicas com o objetivo de fomentar a prática do esporte. Também reformarmos pistas em cidades onde o skate tem muita força e, em 2020, em meio à pandemia, ajudamos Bob no sonho de construir o próprio instituto.

Aprofundamos nosso apoio ao skate em 2019, com a chegada de quatro atletas de ponta: além do Kelvin, chegaram Murilo Peres, Yndiara Asp e Rayssa Leal. No ano seguinte, trouxemos a Pâmela Rosa para o time. Ou seja, o banco acredita nos jovens brasileiros que brilham nas competições em todo o planeta. Outra maneira de movimentar este mercado foi o patrocínio do BV nas etapas brasileiras do Circuito Mundial de Street e Park em 2019.

Sabíamos que o esporte tem um enorme poder de transformação social, assim como também de mudar trajetórias, e é por isso que contribuir, da nossa maneira, para esses frutos colhidos em Tóquio nos enche de orgulho. Olhamos para trás com a felicidade de que fizemos a escolha certa. E não vamos parar por aqui. O BV avançará ainda mais no apoio ao esporte, consolidando-se como o banco do skate.

Tiago Soares é gerente de sustentabilidade e patrocínios do banco BV