Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Patrocínio

Barclays investe R$ 228 milhões em contrato de três anos com futebol feminino da Inglaterra

Banco, que já detém direitos de nome da liga principal, também patrocinará segunda divisão

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 16/12/2021, às 12h00 - Atualizado às 12h02

Barclays fará investimento de quase R$ 230 milhões no futebol feminino inglês - Reprodução / Instagram (@barclaysfawsl)
Barclays fará investimento de quase R$ 230 milhões no futebol feminino inglês - Reprodução / Instagram (@barclaysfawsl)

A FA (Football Association) anunciou que o banco Barclays investirá mais de £ 30 milhões (R$ 228 milhões) no futebol feminino britânico em um acordo válido por três anos. A empresa fechou contrato até 2025 com a FA e a Premier League, da qual é parceiro há 20 anos.

“O Barclays desempenhou um papel crucial no crescimento do futebol feminino. Por isso, é uma excelente notícia que eles estão se comprometendo com um novo investimento recorde no setor até 2025”, afirmou Kelly Simmons, diretora de futebol feminino profissional da FA.

O Barclays comprou o direito de nomear a Superliga feminina (WSL) em 2019, com um investimento de £ 15 milhões (R$ 114,2 milhões) na principal divisão da Inglaterra.

Agora, também terá a mesma propriedade do Campeonato feminino, equivalente à segunda divisão, a partir de 2022/2023, dobrando o investimento anterior. Segundo a FA, trata-se de um novo recorde de patrocínio para o esporte feminino no Reino Unido.

O patrocínio também engloba financiamento de um programa da FA voltado ao futebol feminino, ao qual 12 mil escolas aderiram. A meta é que esse número chegue a 20 mil até 2024.

“Como parte da estratégia para o futebol feminino da FA de 2020 a 2024, a Inspiring Positive Change estabeleceu a ambição de fornecer acesso igual a todas as meninas em 90% das escolas primárias e secundárias no Reino Unido. O apoio contínuo do Barclays e todo esse investimento nos permitiram dar grandes passos na concretização desse objetivo”, comentou a diretora da FA.

O Barclays também fez parceria com a ONG Sported para disponibilizar pequenas bolsas, a partir de janeiro, para instituições que tenham programas de futebol que sirvam para apoiar principalmente jovens em áreas carentes por meio de organizações locais.