Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Mídia

DAZN pode comprar canal de TV paga BT Sport na Inglaterra

Plataforma de streaming conseguiria, assim, direitos da Premier League no Reino Unido

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 23/09/2021, às 08h48 - Atualizado às 09h08

BT Sport foi colocado à venda pelo BT Group no Reino Unido em abril - Divulgação
BT Sport foi colocado à venda pelo BT Group no Reino Unido em abril - Divulgação

A plataforma de streaming esportivo DAZN mantém negociações avançadas para comprar a emissora de TV paga BT Sport. Segundo o jornal Financial Times (FT), que noticiou o negócio, um desfecho para o caso deve sair nas próximas semanas.

De acordo com o jornal, o negócio gira na casa das centenas de milhões de libras. A assinatura depende, além dos valores acordados, das aprovações de parceiros comerciais da BT Sport, entre eles a Sky, que detém acordos de sublicenciamento com o canal pago e poderia vetar o acerto.

Em abril, o BT Group já havia dito que estava interessado na venda de sua rede esportiva para se concentrar nos ramos de telecomunicações e tecnologia 5G. O DAZN apareceu agora como potencial comprador por conta da estratégia da plataforma de crescimento no Reino Unido.

Recentemente, Kevin Mayer, presidente do DAZN, disse que estaria interessado em garantir os direitos domésticos da Premier League. A BT Sport tem acordo para exibir a competição até a temporada 2024/2025, com direitos divididos com Amazon Prime Video e Sky.

Caso o DAZN chegue a um acordo com a BT, além da Premier League, a plataforma obteria direitos de transmissão do críquete, do rúgbi e do futebol australiano, entre outras competições. Esses eventos se somariam aos direitos da Serie A italiana e dos eventos de luta do Matchroom Boxing, que já estão no portfólio do DAZN para o mercado britânico.

Para poder transmiti-los tanto no streaming quanto na TV por assinatura, porém, o DAZN teria de negociar os contratos para incluir a transmissão multiplataforma.